Top

A gente sabe que muitas pessoas preferem comprar passagens aéreas diretas para os destinos, fazendo o mínimo de escalas possível, mesmo que essas passagens costumem ser mais caras.

Mas, você sabia que as passagens aéreas que possuem escalas e conexões, principalmente de longa duração, te permitem conhecer mais de um destino com uma mesma passagem? Para isso, você precisa entender o que é e como funciona o benefício do stopover.

O que é Stopover?

Stopover é uma forma de conhecer mais de um destino com uma mesma passagem aérea, sem pagar nada, ou quase nada por isso. Mas funciona mesmo? Funciona sim! Nós fizemos isso na nossa última viagem, que foi para a Colômbia, no retorno fizemos uma parada de três dias em Lima, no Peru, pagando uma pechincha de trinta reais a mais que o valor original da passagem.

Como funciona um Stopover

Posso então escolher os países que eu quero conhecer e colocar tudo em uma mesma passagem? Não é bem assim!

Embora seja um super benefício, o stopover é aplicável somente nas escalas (quando você permanece no mesmo avião) ou na conexão (quando você precisa trocar de avião) e é preciso solicitar a parada antes de emitir a passagem. Mas, se você já emitiu o bilhete, ainda pode entrar em contato com a cia aérea, em alguns casos é possível fazer a alteração, provavelmente você terá um custo adicional para avaliar se vale ou não realizar o stopover na sua viagem.

Dica

Quando você solicita um stopover é muito importante que esteja atento a exigências como passaporte, vacina de febre amarela e visto! Por exemplo: se estiver indo para a Colômbia o documento de identidade é suficiente para entrar no país, porém, fazendo um stopover no Panamá você vai precisar de um passaporte!

Como fazer um stopover

Para ficar mais fácil fiz um passo a passo de como verificar e reservar sua passagem aérea com um stopover no metabuscador que eu mais uso nas minhas viagens e planejamentos, o Skyscanner.

 

 

Selecionando a opção IDA e VOLTA, preencha os campos com sua cidade de origem e destino. O nosso exemplo será uma passagem de Florianópolis para Lisboa, no mês de novembro 2019.

Veja, dentre os resultados qual passagem se encaixa melhor no seu orçamento e cronograma, tendo certeza que você desmarcou a opção “conexões – diretos”, no campo a esquerda da tela.

como fazer um stopover

O segundo passo é verificar, dentre os vôos que são acessíveis para vocês,  quais são as cidades que cada um faz conexão antes de chegar ao seu destino, tanto na ida, quanto na volta, afinal o stopover pode ser solicitado em qualquer um dos trechos, ou em ambos.

como conhecer mais de um país com a mesma passagem
como ver se é possível solicitar um stopover

Uma vez que você viu quais são as escalas e, portanto as possibilidades de stopover, pode abrir uma nova aba, para podermos comparar valores.

Selecione a opção “várias cidades” e, preencha os campos adicionando a cidade de conexão entre sua cidade de origem e seu destino final. É importante colocar as mesmas datas de ida e de retorno, só assim consegue ter uma comparação justa dos valores.

passo a passo para aprender a fazer um stopover

Sobre os dias que ficará na cidade que fizer stopover, geralmente podem ser de um a três dias, mas algumas cias também permitem ficar até dez dias. O essencial é que você preencha fazendo testes, para saber se a quantidade de dias que você deseja é realmente possível.

No nosso exemplo, coloquei um stopover de três dias no vôo de ida, do dia 05 ao dia 08, na cidade de Amesterdã, na Holanda; pois é a cidade que nosso vôo inicial fazia uma conexão.

Depois é só comparar o resultado das duas pesquisas para perceber se é ou não possível solicitar um stopover no seu vôo.
Neste nosso exemplo é super possível, já que a passagem saiu por uma taxa muito baixa de R$ 60,00! Algumas vezes não há nem mesmo a cobrança de taxa.

Para ficar ainda melhor, podemos simular dois stopover em um mesmo vôo, sendo um no vôo de ida e o outro no vôo de volta.

 

No vôo de volta simulei uma parada de três dias em Paris, pois era a cidade de conexão na volta, como vimos no item 2.

Dica

Vale lembrar que, se o seu vôo faz conexão em dois destinos diferentes em um mesmo trajeto (na ida ou na volta), você pode solicitar o stopover nos dois destinos. O segredo é ter paciência e testar as opções, só assim consegue avaliar se vale a pena ou não.

Por apenas R$ 195,00 reais a mais seria possível conhecer dois outros países que nem estariam nos meus planos inicialmente.

Como fazer para comprar a passagem com o stopover através do Skyscanner?

Primeiro é importante entender que o Skyscanner é um metabuscador de passagem aéreas, ele faz uma busca em várias cias e te mostra quais são as opções para os destinos que você deseja, mas ele não vende passagem aérea.

Quando você encontrar a passagem que deseja no site vá em “veja mais” para ser encaminhado a mais detalhes sobre os vôos e, rolando esta página para baixo provavelmente encontrará mais de uma opção de agências que vendem esta passagem com o stopover, inclusive indicando quais aceitam ou não o parcelamento da compra.

Ao clicar em “selecionar” o Skyscanner vai te encaminhar direto para o site da cia (o que eu recomendo em 99% das vezes) ou da agência (sempre de um google para saber se a agencia é confiável)  para que você possa preencher os campos necessários e fazer o pagamento, com o benefício já solicitado.

Você vai receber duas ou mais passagens, dependendo de quantas paradas solicitou e quantas conexões seu vôo faz, sendo sempre uma delas para o destino do stopover e, a outra para o destino final.

As cias aéreas quase sempre precisam fazer paradas “obrigatórias” nas suas cidades sedes, por isso sempre vale a pena pesquisar um pouquinho mais para ver várias opções de conexão. Quando estávamos voltando da Colômbia, por exemplo, a conexão que a LATAM fazia era por Bogotá, mas a cia AVIANCA fazia conexão em Lima e, embora a passagem saísse mais cara, valia o preço por podermos conhecer uma cidade que tínhamos mais interesse.

Uma dúvida muito frequente é em relação as bagagens, se pode ou não pegá-las no stopover. Pode sim! A parada é como se você fosse pegar um outro vôo, você precisa pegar sua bagagem na esteira e, quando embarcar novamente em direção ao seu destino final precisará fazer check-in e despachar a bagagem.

Agora é só aplicar a dica e cair no mundo!

Boa viagem!

pés e patas na estrada

Você esta aqui, então que tal planejar sua viagem pelo blog?

Todas as vezes que você faz uma reserva ou adquire algo através dos links afiliados nós ganhamos uma comissão! Quer dizer que vai ser mais caro então? Não, não vai. O valor é o mesmo para você e, ajuda a manter conteúdos para mais e mais pessoas terem viagens incríveis pelo mundo!

Mas, se você esta ganhando como posso confiar nas suas indicações?

O principal motivo da existência do Pés e Patas na Estrada é ajudar você a fazer escolhas assertivas para a viagem do seu sonho! Só faço parceiras com empresas sérias e que eu mesma uso nos meus planejamentos e indico para as pessoas que amo! Caso contrário, esse trabalho não teria propósito para mim!

Por isso deixo já aqui minha gratidão pelo seu apoio

Blogueira, atriz, palhaça e apaixonada por viagens, fotografia, audiovisual e escrita. Vive a vida intensamente buscando construir pontes e criar conexões.

post a comment