Top

Algo que eu realmente gosto de fazer é explorar as riquezas que existem pertinho de mim e, destino do universo ou não, eu acabei vindo morar em um lugar realmente maravilhoso, pertinho da praia e pertinho da serra!

Em um dos muitos passeios que faço por aqui acabei me deparando com essa trilha incrível, a Trilha do Rio do Boi, em Praia Grande (SC) que, para mim, acabou sendo a mais linda que já fiz! E, não é para menos, já que ela já foi considerada umas das trilhas mais lindas do Brasil.

 

como é a trilha do rio do boi

Ter contato com o rio, caminhar nas pedras e ver ao seu lado 700 metros de paredão se erguendo é uma experiência para carregar para  avida, desde que conheci a Trilha do Rio do Boi faço questão de ir todos os anos.

Vou contar aqui tudinho que você precisa saber sobre a trilha e o porquê a considero tão linda e imperdível!

Aqui você vai encontrar:

  • Como chegar a Praia Grande (SC)
  • Quando ir a Trilha do Rio do Boi
  • O Parque Nacional Aparados da Serra
  • Quanto custa para fazer a Trilha do Rio do Boi
  • O que esta incluso no valor pago a agência
  • O que levar para a Trilha do Rio do Boi
  • O que é preciso saber sobre a Trilha do Rio do Boi
  • Onde ficar em Praia Grande (SC)

COMO CHEGAR A PRAIA GRANDE (SC)

Praia Grande fica a 285 km de Florianópolis e 220 km de Porto Alegre, por isso caso precise ir de avião para a região, o melhor aeroporto próximo é o Aeroporto Internacional de Porto Alegre.

De lá você pode optar por alugar um carro, o que eu realmente recomendo como a melhor opção, e fazer a rota por Torres para que não seja necessário pegar estrada de terra, ou pegar um ônibus.

Dica

O bacana de alugar um carro é que, além de conhecer a Trilha do Rio do Boi em Praia Grande (SC), você fica com mais mobilidade para também ver os cânions de cima, em Cambará do Sul (RS).

Não existe linha da capital direto para Praia Grande, então sua melhor opção é fazer o trajeto Porto Alegre – Criciúma – Praia Grande.

Dica

existem muitas caronas de POA para Praia Grande através do aplicativo BLABLACAR. Confirmando  com antecedência e sempre verificando a confiabilidade do motorista, pode ser uma boa também.

QUANDO IR À TRILHA DO RIO DO BOI

A melhor época é no verão, com menor possibilidade de chuvas extensas, que impedem a trilha de acontecer e com uma temperatura mais agradável para entrar no rio. Porém essa é uma questão realmente imprevisível, o tempo na região dos cânions é muito instável, já fui tanto no verão como no inverno e, nas duas épocas já peguei sol, chuva e frio. Neste caso, é bom levar a sério o conselho de verificar a previsão do tempo antes de marcar a sua viagem.

Dica

Os sites que eu mais recomendo para verificar a previsão do tempo são da Epagri e o Windguru.

Se houver muita precipitação de chuva no dia que iria fazer a trilha ou no dia que antecede sua viagem, recomendo que repense a data, pois com muita chuva o rio pode atingir um nível em que as atividades são canceladas.

É POSSÍVEL FAZER A TRILHA NO INVERNO?

Apesar de não ser a época mais indicada é possível sim. Eu mesma já fiz a trilha no inverno e adorei. O que realmente muda é o conforto térmico para poder entrar no rio durante as paradas, o que nós fizemos mesmo assim, pois não temos problemas com água gelada.

O mais importante mesmo é você garantir vestimentas adequadas como uma jaqueta que seja impermeável e de preferência corta vento. Mas lembre-se sempre de verificar a previsão de chuvas na região.

Outra coisa que muda bastante com o clima é a paisagem, uma vez que no inverno o volume de água é maior.

A mesma cachoeira no verão e no inverno.

O PARQUE NACIONAL APARADOS DA SERRA

O Parque é uma unidade de conservação criada em 1959 e administrada pelo ICMBio, com o intuito de preservar o pampa, a floresta de araucárias e a mata atlântica, sendo permitido realizar no Parque estudos e turismo ecológico.

Canion Itaimbezinho visto por dentro na trilha do Rio do boi
Trilha do Rio do Boi por dentro do Cânion Itaimbezinho

Com pouco mais de 13 mil hectares, contemplando terras gaúchas e catarinenses, também faz parte do Parque o Cânion Itaimbezinho onde, em seu interior que está localizada a Trilha do Rio do Boi, além de várias outras atividades de aventura como o canionismo.

QUANTO CUSTA PARA FAZER A TRILHA DO RIO DO BOI

A contratação de um guia credenciado é obrigatória para se fazer esta trilha. Nós fazemos com a Power Canyons e, os valores variam conforme o número de pessoas no grupo. Em 2019 os valores estavam:

R$ 170,00 por pessoa – casal
R$ 150,00 por pessoa – trio
R$ 120,00 por pessoa – quatro pessoas
R$ 85,00 por pessoa – grupo de cinco a doze pessoas

Outro custo que é preciso levar em consideração é o da hospedagem. Obrigatoriamente você precisará de duas diárias em Praia Grande ou cidades próximas como Torres, 39 km, ou Cambará do Sul, 38 km por estrada de terra.

Vou explicar: o horário de saída para a trilha é necessariamente pela manhã, sendo 10h o último horário em que é possível entrar e ir até o final da trilha e, 13h o último horário que é permitido entrar no Parque, mas você não poderá percorrer a trilha toda. Geralmente é marcada com os grupos a entrada na trilha as 08h, o que faz com que você tenha que sair do hotel as 07:30h já que do centro da cidade até a entrada do Parque são 12 km de estrada de chão. Por isso o mais recomendado é que tenha se hospedado na cidade no dia anterior, ainda mais levando-se em consideração o tanto que você vai caminhar no dia.

O percurso da trilha costuma levar de seis a oito horas, são 14 km de caminhada, não é muito recomendado dirigir longas distâncias depois de uma caminhada longa como essa, o melhor será ter uma reserva também para este dia.

O QUE ESTÁ INCLUSO NO VALOR PAGO À AGÊNCIA?

  • O guia turístico credenciado pelo Parque
  • Caneleiras para prevenir picadas de cobra e arranhões
  • Entrada do Parque Nacional Aparados da Serra
roupas para fazer a trilha no canion itaimbezinho
Qual é a trilha mais bonita do Brasil, fica em Santa Catarina

O QUE LEVAR PARA A TRILHA DO RIO DO BOI

Já fizemos essa trilha algumas vezes, o que nos fez aprender na prática o que levar para não precisar carregar peso a mais, segue um checklist para não esquecer nada:

tênis para trilha é o mais adequado para fazer a trilha do rio do boi
  • Roupa confortável como legging e calças para trekking. Evite calça de moletom, você vai molhar ela e acaba ficando pesada e, desconsidere ir de jeans;
  • Roupa pra banho (biquini e sunga), já vá vestida com eles por baixo, não vai ter tempo nem local para se trocar durante a trilha e, garanta que a parte de baixo do seu biquini seja confortável para caminhar;
  • Meia de cano longo, a caneleira pode incomodar um pouco caso sua meia seja de cano baixo;
  • Tênis para caminhada, eu particularmente aconselho que seja um apropriado para trilhas, mas se não tiver, um tênis de academia também serve perfeitamente neste caso;
  • Capinha a prova d’água para celular;
  • Se for levar máquina fotográfica, garanta um case impermeável também;
  • Repelente;
  • Protetor solar;
  • Jaqueta impermeável ou capa de chuva – esse item vai depender muito do dia, caso esteja chovendo ou com muita cara de que vai chover é legal levar para se manter mais aquecida no trajeto;
  • Óculos de snorkel, apesar de sermos dois sempre levamos um óculos só e revezamos para ver os peixinhos em um dos poços de parada para banho;
  • Lanchinhos – barrinha de proteína, chocolate, maça, sanduiche;
  • Uma garrafinha de água pequena, é possível beber água do rio no caminho.

O QUE LEVAR E DEIXAR NO CARRO

  • Mudas de roupa para se trocar na volta, inclusive roupa íntima, afinal você vai se molhar com as travessias de rio;
  • Chinelo ou tênis para trocar;
  • Toalha;
  • Saquinho para colocar as roupas e tênis molhados.

O QUE É PRECISO SABER SOBRE A TRILHA DO RIO DO BOI

Além de que o visual da trilha é incrível, saber um pouquinho mais sobre a trilha pode te ajudar a se preparar melhor.

A primeira coisa é estar consciente que são 14 km de caminhada entre ida e volta, então é importante que você equilibre a sua energia para não gastar tudo logo no comecinho. Os primeiros 1,8 km são de subida dentro de uma mata fechada, o guia fará paradas estratégicas para explicar algo e também para recuperar o fôlego, peça para parar um pouquinho sempre que precisar.

O restante do caminho é feito ao longo do leito do rio e é todo em pedras, sendo necessário ter um pouquinho mais de atenção para não pisar ‘em falso’ nem resvalar em uma pedrinha solta.

como é a trilha do rio do boi

Durante o trajeto você fará 20 travessias de rio, 10 na ida e 10 no retorno. A água durante a travessia pode ir desde o joelho até a sua cintura e molhar um pouco a parte de baixo da sua mochila, atente-se a isso quando organizar as coisas dentro dela.

Todas as travessias são feitas de mãos dadas, se você quer bater foto da ‘corrente humana’ atravessando o rio precisa ser o último para ficar na ponta com uma das mãos livres.

como são as travessias de rio na trilha do rio do boi

O guia fará, ao menos, três paradas para banho no caminho, podendo fazer elas na ida ou na volta do trajeto, você pode perguntar qual é o planejamento. Se suas paradas forem na ida, a primeira será em um poço com seis metros de profundidade que fica um pouco depois que saí da mata fechada e começa a caminhar ao lado do rio (é nesse poço que ficam os peixinhos que comentei).

As outras duas paradas serão em duas cachoeiras diferentes e muito lindas. Uma delas, apesar de extremamente forte tem um poço bem rasinho e gostoso. Lembrando que você pode sempre conversar com o guia sobre a possibilidade de parar quando quiser, na nossa primeira trilha fizemos muitas paradas para banho e fotos em locais que não são costume os guias pararem, foi muito legal e só foi possível porque o dia estava aberto e estávamos caminhando em um ritmo bom.

o que precisa para fazer a trilha do rio do boi

A parada para comer é somente no final do caminho, depois de caminhar 07 km, por isso é bom se preocupar em tomar um café da manhã mais reforçado. Este também será o local para fazer a famosa foto que você já deve ter visto em alguns lugares.

Uma coisa muito legal é que, a pesar de a Trilha receber até 136 pessoas por dia, além dos guias, você vai ter a sensação de ter somente o seu grupo no meio daquela imensidão. Isso porque os grupos entram espaçados, então só cruzará com alguém se algum grupo estiver entrando enquanto fazem o retorno ou, se tiverem entrado mais tarde e virem um grupo retornando e, também com poucos grupos fazendo seus lanches no ponto final. No mais todo o caminho fica só para vocês!

NÃO FAÇO MUITAS TRILHAS, SERÁ QUE POSSO IR?

A Trilha do Rio do Boi é considerada de nível médio para difícil, mas isso deve-se mais ao cuidado que precisa ter para caminhar sobre as pedras. Eu acho que o mais pesado mesmo é o comecinho de subida na mata, depois o trajeto fica plaino, exigindo só a atenção com as pedras. Vou contar algo pessoal, o meu pai nunca tinha feito nenhuma trilha na vida e, também não é uma pessoa muito ativa. Ele foi com a gente e conseguiu fazer todo o caminho muito bem! Converse com seu guia e peça para ele ir mais tranquilo caso precisar.

Importante

A entrada na trilha só é permitida para crianças a partir de 12 anos e, não é permitido animais domésticos.

ONDE FICAR EM PRAIA GRANDE (SC)

Eu gosto muito do charme que tem as pousadas e hotéis mais rústicas da cidade, além de serem super aconchegantes te fazem realmente se sentir na serra, pertinho do cânion. Algumas sugestões são: Costão e Fortaleza Ludge, Refúgio ecológico Pedra Afiada, Glamping Cachoeira dos Borges e, como opção mais econômica, A Casa Rosa hostel.

Para grupos recomendo muito a casa Recanto do Compadres, acomoda até 09 pessoas, sendo três camas de casal e três de solteiro. Fiquei lá na última vez com amigos e família e foi maravilhoso, a casa é super fofa e aconchegante, com um riozinho no quintal.

onde ficar em praia grande santa catarina

Como sugestão final eu diria, se alonguem depois da trilha, ajuda muito a evitar as possíveis dores musculares do dia seguinte.

Uma ótima viagem!

pés e patas na estrada

Você esta aqui, então que tal planejar sua viagem pelo blog?

Todas as vezes que você faz uma reserva ou adquire algo através dos links afiliados nós ganhamos uma comissão! Quer dizer que vai ser mais caro então? Não, não vai. O valor é o mesmo para você e, ajuda a manter conteúdos para mais e mais pessoas terem viagens incríveis pelo mundo!

Mas, se você esta ganhando como posso confiar nas suas indicações?

O principal motivo da existência do Pés e Patas na Estrada é ajudar você a fazer escolhas assertivas para a viagem do seu sonho! Só faço parceiras com empresas sérias e que eu mesma uso nos meus planejamentos e indico para as pessoas que amo! Caso contrário, esse trabalho não teria propósito para mim!

Por isso deixo já aqui minha gratidão pelo seu apoio

Blogueira, atriz, palhaça e apaixonada por viagens, fotografia, audiovisual e escrita. Vive a vida intensamente buscando construir pontes e criar conexões.

post a comment